Ads 468x60px

.

Pages

Assédio Espiritual



Sempre somos influenciados de alguma forma pelos desencarnados. Todos estamos sujeitos à má influência e à companhia perniciosa de espíritos pouco adiantados. Mas de que maneira esses espíritos são atraídos até nós? Não são nossos próprios desejos inconfessáveis que os atraem? Não são nossas emoções desequilibradas que exercem essa atração sobre eles? Quem convida quem?
Quem são as suas companhias no dia-a-dia? Você escolhe suas companhias habituais. Você escolhe seus amigos, você escolhe com quem conversar, você escolhe o teor das ideias, você decide quem é merecedor da sua intimidade. Você faz isso conscientemente. Pode errar nas escolhas, mas sabe que está escolhendo, sabe que está decidindo. A única diferença em relação aos desencarnados é que você não os convida conscientemente. Você não formaliza o convite para que eles façam parte da sua vida, para que eles privem da sua intimidade. Mas você é tão responsável por suas companhias invisíveis quanto pelas suas companhias visíveis.
Os pensamentos que você emite são convites claros para que espíritos desencarnados que pensem de maneira semelhante se aproximem de você. Quando você dá vazão a pensamentos doentios, a desejos ocultos, a paixões violentas, a ira, a maledicência, a toda espécie de vícios, imediatamente você sente uma energia diferente, a energia associada a esse tipo de pensamentos. Essa sensação é compartilhada e realimentada por espíritos infelizes que incentivam você a permanecer nessa frequência vibratória. Por isso tanta dificuldade em controlar pensamentos negativos e doentios.
Cada hábito indigno, cada pensamento, palavra ou ação vergonhosa cometida, cada mau costume que você adquire, ao longo dos séculos, reencarnação após reencarnação, vai compelindo você a essas correntes de pensamento perturbadoras, vai formando ligações entre você e espíritos infelizes.
Não culpe qualquer espírito por estar lhe acompanhando e eventualmente lhe atrapalhando os passos. Quer modificar suas companhias espirituais? Modifique-se. Quer ser merecedor de boas influências, de apoio e estímulo por parte da espiritualidade? Faça a sua parte. Reforme-se. Hoje há uma frase muito difundida que diz que “quando você muda, o mundo muda”. É verdade. Quando você muda, mudam as suas companhias, muda o ambiente à sua volta, muda o seu poder de influência sobre os que o cercam, encarnados e desencarnados. A verdade dói? Pode ser, mas a verdade liberta… 
by espiritoimortal

Márcio Magalhães
www.energia-cura.com


Tetragrammaton






Tetragrammaton: Símbolo e Amuleto


Se considerarmos que as letras de um alfabeto nada mais são que sinais gráficos, o Tetragrama, em sua representação gráfica, conhecido como Tetragrammaton, é uma complexa combinação de letras do alfabeto hebraico, grego e latino, associados a diversos símbolos conhecidos no ocultismo. Nele encontra-se o pentagrama entrelaçado, símbolos zodiacais, algarismos e formas geométricas, entre outras representações.

No ocultismo, incluindo suas diversas ramificações, o Tetragrammaton desempenha uma função muito importante, sendo usado em rituais e invocações e na forma de talismãs. Os ocultistas interpretam o Tetragrammaton e outros símbolos cabalísticos nele contidos, como poderosos signos mágicos, capazes de potencializarem rituais abrindo as portas da consciência humana.


Poderosos mantras ensinados por Samael Aun Weor
    
- TETRAGRAMMATON (os exércitos de Anjos e Demônios tremem ante este mantra poderosíssimo, que sacode as colunas do Céu e do Inferno. Dito com voz de Mando, mentalmente e várias vezes, ante o perigo. Melhor ainda, antes de dormirmos).

- HELION MELION TETRAGRAMMATON (amplia e branqueia nossa aura de forma espantosa).

- ELOHIM, COMBATEI POR MIM EM NOME DO TETRAGRAMMATON (repete-se este mantra inúmeras vezes mentalmente para que os Anjos do Karma nos acudam).

Não é possível definir apenas uma relação entre os vários símbolos que compõem o Tetragrammaton e tampouco uma finalidade específica desse conjunto. Seus sinais transitam entre correntes tão distantes que a interpretação, em certos casos, chega a ser paradoxal.

Se observarmos estas combinações simbólicas através do ângulo alquímico, teremos um determinado resultado. Porém, se analisado através dos conceitos astrológicos, por exemplo, a conclusão poderá ser totalmente distinta. Assim, a atenção e perspicácia do observador tornam-se fundamentais para decifrar o Tetragrammaton, um dos mais antigos e poderosos símbolos da espiritualidade humana.


Acompanhe a descrição de alguns elementos do Tetragrammaton:

Pentagrama
pentagrama assume diversos significados de acordo com o contexto em que é encontrado. Neste caso, é a base do Tetragrammaton. Assim, podemos interpretá-lo como símbolo do "Homem Realizado". Isto é, uma representação da entidade humana evoluída em todos os estágios espirituais.
Os olhos do Pai - Júpiter
No ângulo superior do Pentagrama, encontramos "Os olhos do Pai" e a representação do planeta Júpiter. Uma alusão aos olhos do Criador, o espírito, o poder que coordena tudo e todos.
Marte
Nos "braços" do Tetragrammaton encontra-se o símbolo astrológico e zodiacal do planeta Marte, representando a Força, ou a Energia pura da criação.
Saturno
Nos ângulos inferiores está a representação astrológica e zodiacal do planeta Saturno. É um dos principais símbolos usados na Magia, representando os mestres que anularam o próprio ego e as falhas inerentes ao ser humano, atingindo assim, a perfeição.
Sol e Lua
Posicionados nas linhas verticais do Pentagrama, próximos ao centro da figura, o Sol e a Lua fazem referência aos pólos femininos e masculinos da criação, contidos em todos os organismos, incluindo o Microcosmos e o Macrocosmos.
Mercúrio e Vênus
Estes símbolos são amplamente encontrados na literatura alquímica e são representações astrológicas e zodiacais destes planetas. Localizados sobrepostos no centro da figura, referem-se à união dos pólos de onde surgirá o Caduceu de Mercúrio.
Caduceu de Mercúrio
O Caduceu de Mercúrio é o símbolo alquímico da transmutação. Associado aos símbolos superiores de Mercúrio e Vênus, refere-se à criatura, ou seja, o resultado da união entre os pólos feminino e masculino, entre as forças lunares e solares, e o ponto de equilíbrio entre eles. Por estar localizado no centro da figura, também pode ser interpretado como a "coluna vertebral", ou, Kundalini, responsável pela união da energia sexual entre as polaridades.
Jehova
Esta inscrição hebraica é um tetragrama pronunciado Jehova (lê-se da direita para a esquerda), sendo mais uma das várias alusões ao "Nome de Deus".
Alfa e Omega
Alfa e Omega são, respectivamente, a primeira e última letra do alfabeto grego. Esta é uma referência ao princípio e fim de todas as coisas. Alfa está abaixo dos "Olhos do Pai". Omega encontra-se invertido, na base do Caduceu de Mercúrio. Isto pode significar o caldeirão utilizado pelos alquimistas, ou ainda, o caldeirão (útero) da Deusa, para alguns ocultistas.
Binário
Localizados fora do pentagrama, os números 1 e 2 são referências à bipolaridade; isto é, uma representação de que todas as coisas possuem dois lados. Seguindo este conceito, podemos também compreendê-los como outra manifestação dos pólos masculino e feminino, início e fim, bem e mal, entre outros.
Logos
Logos é uma palavra grega que significa razão, mas também é interpretada como "fonte de idéias" e "verbo divino". Associado ao Tetragrammaton, os números 1, 2 e 3 representam respectivamente o Pai, a Mãe e o Filho. Também pode ser interpretado como a Tríade do Cristianismo (Pai, Filho e Espírito Santo) ou como o triângulo, amplamente encontrado nas tradições esotéricas.
Cálice
O cálice significa o pólo feminino da criação. Na alquimia é utilizado para representar o elemento Água.
Espada Flamejante
A "espada de fogo", dentro do contexto alquímico, representa o próprio elemento fogo. Porém, associado ao Tetragrammaton, assume o papel do pólo masculino e do pênis, símbolo de fertilidade entre as antigas tradições.
Báculo
Báculo é o bastão comumente usado por Magos. Está dividido em sete escalas representando os estágios de evolução. Na alquimia está relacionado ao elemento Terra.
Hexágono do Mago
O hexágono do Mago representa o domínio do espírito sobre a matéria. Na alquimia está relacionado ao elemento Ar.
Fonte:http://www.spectrumgothic.com.br/ocultismo/simbolos/tetragrammaton.htm

     http://huntersspnbr.blogspot.com.br/2013/07/tetragrammaton-tetagrama.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...